El paisaje cultural de la Capitanía de Paraíba, Brasil, desde el punto de vista de la iconografía del período colonial

  • Luciano Schaefer Pereira Universidade de Coimbra
Palabras clave: Paisaje cultural, Capitanía de Parahyba, Período colonial, Iconografía, Geodiversidad

Resumen

El paisaje natural de João Pessoa es uno de los más bellos del país, mezclando playas paradisíacas, acantilados, arrecifes, entre otros elementos naturales, siendo conocido como un centro turístico. Además, tiene un Centro Histórico con edificios entre los más antiguos del país, que reflejan un período histórico relativo a la ocupación de los portugueses. Así, la naturaleza privilegiada, asociada al importante patrimonio cultural, da lugar a la apropiación de este entorno costero, con la consiguiente evolución urbana que se remonta al siglo XVI. El objetivo de este trabajo es presentar la percepción que los viajeros que estuvieron en la Capitanía de Paraíba tenían sobre el entorno físico que fue primordial para la consolidación y expansión urbana de la capital, dando como resultado su paisaje cultural. Para ello se utilizó una extensa documentación iconográfica elaborada durante el período, con la función de instigar a las comunidades actuales a un redescubrimiento de su identidad y de sus raíces vinculadas a los elementos físicos del espacio.

Citas

Almeida, Horácio 1978. História da Paraíba. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, v. 1.

Araújo, Magno Erasto 2012. Água e rocha na definição do sítio de Nossa Senhora das Neves, atual cidade de João Pessoa - Paraíba. Tese (Doutorado em Arquitetura), Universidade Federal da Bahia, Salvador.

Barleus, Gaspar 1940. História dos feitos recentes praticados durante oito anos no Brasil e noutras partes sob o governo do ilustríssimo João Maurício Conde de Nassau. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional. Disponível: http:// www2. senado.leg.br /bdsf/ bitstream/ handle/id/1109 /O%20 Brasil%20 holandes.pdf? sequence=1, pertencente ao Senado brasileiro. Acesso em: 20 jun 2014.

Coelho, Olinio 1992. Do Patrimônio Cultural. Editora Rio de Janeiro.

Gil, Antonio Carlos 1991. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas.

Gomes, Paulo César 2010. A condição urbana: ensaios de geopolítica da cidade. 3 ed., Rio de Janeiro: Bertrand.

Gordon, John 2012. “Rediscovering a Sense of Wonder. Geoheritage, Geotourism and Cultural Landscape Experiences”. Geoheritage, 4: 65- 77.

Herckmans, Elias 1982. Descrição geral da capitania da Paraíba. João Pessoa: A União Editora.

Lima, Joana 2011. “Os topônimos dos estados nordestinos brasileiros”. Cong. Nac. Linguística e Filologia, 15, 2011, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: CiFEFil.

Livro do Tombo do Mosteyro de Sam Bento da Parahyba 1948. Recife: Imprensa Oficial, Livro 2: 4- 7.

Livro que Dá Razão do Estado do Brasil (c. 1616). 1968. Ed. Comemorativa do V centenário de nascimento de Pedro Álvares Cabral. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro – MEC.

Menezes, José 1985. Algumas notas a respeito da evolução urbana de João Pessoa. Recife: Pool.

Miceli, Paulo 2011. “A Arte que sobrou da Guerra”. Simpósio Brasileiro de Cartografia Histórica, 1, Anais... Paraty. Extraído de https://www.ufmg.br/rededemuseus/crch /simposio/MICELI_PAULO.pdf. Acesso em 07 janeiro 2015.

Minayo, Maria Cecília (Org.) 2000. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 2. ed. Rio de Janeiro: Vozes.

Moura Filha, Maria Berthilde 2004. De Filipéia à Paraíba: uma cidade na estratégia de colonização do Brasil- séculos XVI- XVIII. Tese (Doutoramento em História da Arte), Universidade do Porto, Porto.

Nieuhof, Johaness 1942. Memorável viagem marítima e terrestre ao Brasil. São Paulo: Livraria Martins.

Panizza, Mario e Piacente, Sílvia 2003. Geomorfologia Culturale. Pitagora Editrice, Bologna.

Panizza, Mario e Piacente, Sílvia 2008. “Geomorphosites and geotourism”. Rev. Geogr. Acadêmica, 2 (1): 5-9.

Pereira, Luciano e Amaral, Josali do. 2014. Geoturismo urbano: análise da tipologia geológica e cultural da capitania da Parahyba. Cadernos de Estudo e Pesquisa em Turismo, 3 (3): 239- 264.

Reis Filho, Nestor 2000. Imagens de vilas e cidades do Brasil Colonial: recursos para a renovação do ensino de História e Geografia do Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 81 (198): 370- 380.

Reynard, Emmanuel 2009. Geomorphosites and landscape. In: E. REYNARD; CORATZA, P; REGOLINI-BISSIG, G. (Eds). Geomorphosites. Verlag Dr. Friedrich Pfeil, München, p. 21- 34.

Rodriguez, Wellington 1962. Roteiro Sentimental de uma Cidade. Editora Brasiliense.

Santa Teresa, Padre João 1698. Istoría délie Guerre Del Regno Del Brasile accadute tra la Corona di Portogallo e la Republica di Olanda. Roma: Stamperia degl’Eredi Del Corbelletti.

Silveira, José Augusto 2004. Percursos e Processo de Evolução Urbana: O Caso da Avenida Epitácio Pessoa na Cidade de João Pessoa-PB. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Urbano), Universidade Federal de Pernambuco,

Recife. Spósito, Maria Encarnação 2000. Capitalismo e Urbanização. São Paulo: Editora Contexto.

Teixeira, João 2000. Descrição de todo o maritimo da terra de Santa Cruz chamado vulgarmente, o Brazil. Feito por João Teixeira cosmographo de Sua Magestade. Anno de 1640. Edição fac-similada de Lisboa: I.A.N./T.T.- ANA.

Teixeira, Manuel e Valla, Magarida 1999. O Urbanismo Português: séculos XIII- XVIII, Portugal- Brasil. Lisboa: Livros Horizonte.

Vianna, Ana Carolina;, Sales, Andrea; Maia, Doralice; Andrade, Rita de Cássia 2005. A Cidade Alta e a Cidade Baixa: duas unidades de uma mesma cidade, João Pessoa- PB. Encontro de Geógrafos da América Latina, 10, 2005, São Paulo. Anais... São Paulo; AGB, p. 16224- 16235.

Documentos históricos

Arquivo Histórico Ultramarino, referência AHU_CARTi_014,D.1642.

Ministério do Reino, Colecção de plantas, mapas e outros documentos iconográficos, doc. 68, Torre do Tombo, referência PT-TT-MR-1-68_ m0016.

Ministério do Reino, Colecção de plantas, mapas e outros documentos iconográficos, doc. 68, Torre do Tombo, referência PT-TT-MR-1-68_ m0014.

Ministério do Reino, Colecção de plantas, mapas e outros documentos iconográficos, doc. 68, Torre do Tombo, referência PT-TT-MR-1-68_ m0020.

Publicado
2017-01-20
Cómo citar
Pereira, L. (2017). El paisaje cultural de la Capitanía de Paraíba, Brasil, desde el punto de vista de la iconografía del período colonial. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 15(1), 139-162. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2017.15.009
Sección
Artículos