TURISMO, COOPERACIÓN Y DESARROLLO LOCAL EN ÁREAS PROTEGIDAS

Autores/as

  • Josilene Henriques da Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Fabiana Britto de Azevedo Maia Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.25145/j.pasos.2013.11.050

Palabras clave:

Turismo, Desarrollo local

Resumen

La creación de unidades de conservación puede configurar una potencialidad socioeconómica para los lugares donde se han implementado. A través del turismo, pueden aportar algunos beneficios como la generación de ingresos y la conservación del lugar. La forma en que la comunidad se articula para dinamizar estos beneficios puede liderar procesos de cambio social, siguiendo el ejemplo del desarrollo local. En este contexto, buscamos analizar las relaciones de cooperación entre los actores sociales, residentes de Buíque, para promover el turismo en el Parque Nacional de Catimbau. Se encontró que, a pesar de la existencia de algunas interacciones "cooperativas", la mayoría de los actores sociales investigados no participaron en este proceso. Por lo tanto, se cree que este parque puede contribuir al desarrollo local, pero sólo en un escenario futuro.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Beni, Mário Carlos 2006 “Política e planejamento de turismo no Brasil”. São Paulo: Aleph.

Brasil 2000 “Lei 9.985 de 18 de julho de 2000: Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza”. Recuperado em 04 de março de 2011 de <http://www.planalto.gov.br/ccivil_ 03/Leis/L9985.htm>.

Brasil 2002a “Decreto de 13 de dezembro de 2002: Criação do Parque Nacional do Catimbau”. Recuperado em 04 de março de 2011 de .

Brasil 2002b “Estudo sobre o turismo praticado em ambientes naturais conservados: relatório final”. Recuperado em 19 de julho de 2011 de <http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/ export/sites/default/dadosefatos/demanda_ turistica/parques_naturais/downloads_parques_ naturais/relatorioparques_29_06_06. pdf>.

Brasil 2006 “Diretrizes para visitação em Unidades de Conservação”. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. Recuperado em 04 de março de 2011 de <http://www.mma.gov.br/estruturas/ ascom_boletins/_arquivos/livro.pdf>.

Buarque, Sérgio C. 2002 “Construindo o desenvolvimento local sustentável: metodologia de planejamento”. Rio de Janeiro: Garamond.

Demo, Pedro 1980 “Planejamento participativo: elementos de uma discussão preliminar”. En: Calsing, Elizeu F. Subsídios ao planejamento participativo: textos selecionados. pp. 15 -26. Brasília: MEC.

Demo, Pedro 1996 “Participação é conquista: noções de política social participativa”. 3 ed. São Paulo: Cortez.

Franco, Augusto de 2000 “Porque precisamos de Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável”. 2 ed. Brasília: Instituto de Política.

Hauff, Shirley N. 2010 “Representatividade do Sistema Nacional de Unidades de Conservação na Caatinga”. Brasília: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Recuperado em 28 de abril de 2013 de <http://www.mma. gov.br/estruturas/203/_arquivos/representativconservcaat_ shauff_revisojoo_03___produto_ final_203.pdf>.

IPHAN n.d. “Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos”. Recuperado em 14 de julho de 2011 de .

Jesus, Paulo de 2006 “Sobre desenvolvimento local e sustentável: algumas considerações conceituais e suas implicações em projetos de pesquisa”. En: Pedrosa, Ivo; Maciel Filho, Adalberto y Assunção, Luiz Márcio (Eds.). Gestão do desenvolvimento local sustentável. pp. 17 -37. Recife: EDUPE.

Loureiro, Carlos Frederico B.; Azaziel, Marcus y Franca, Nahyda 2003 “Educação ambiental e gestão participativa em Unidades de Conservação”. Rio de Janeiro: Ibase.

Melo, Ana Virgínia Vieira; Araújo, Francisco de Assis y Dos Anjos, Maria do Socorro Teixeira. 2007 “Sua Excelência o Turismo: projeto de desenvolvimento do turismo sustentável do Parque Nacional do Catimbau”. Anais do II Encontro Interdisciplinar de Ecoturismo em Unidades de Conservação e I Congresso Nacional de Ecoturismo. Itatiaia.

Mielke, Eduardo Jorge Costa 2009 “Desenvolvimento turístico de base comunitária”. Campinas: Alínea.

Oliveira, Francisco de 2001 “Aproximação ao enigma: o que quer dizer desenvolvimento local?” São Paulo: Polis.

Pernambuco. Empresa Estadual de Turismo. 2008 “Pernambuco para o mundo: Plano Estratégico de Turismo de Pernambuco”. São Paulo: CTI Nordeste.

Sachs, Ignacy 2008 “Caminhos para o desenvolvimento local sustentável”. 3 ed. Rio de Janeiro: Garamond.

Santos, Suellen; Delgado Jr., Geadelande y Alves, Marccus 2012a “Espécies endêmicas no PARNA Catimbau”. Recife: Universidade Federal de Pernambuco.

Santos, Suellen; Delgado Jr., Geadelande y Alves, Marccus 2012b “Espécies raras e ameaçadas no PARNA Catimbau”. Recife: Universidade Federal de Pernambuco.

Silva, José Maria Cardoso; Tabarelli, Marcelo; Fonseca, Mônica Tavares y Lins, Lívia Vanucci (Orgs.). 2003 “Biodiversidade da Caatinga: áreas prioritárias para a conservação”. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. Recife: Universidade Federal de Pernambuco.

Silva, Josilene Henriques 2007 “Ecoturismo e desenvolvimento local: um estudo sobre a comunidade de Buíque e o Parque Nacional do Catimbau – PE”. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Turismo). Recife: Universidade Federal de Pernambuco.

Vitae Civillis y WWF Brasil 2003 “Sociedade e ecoturismo: na trilha do desenvolvimento sustentável: como diferentes atores sociais podem, de forma participativa, elaborar planos estratégicos de conservação e geração de renda. O caso do ecoturismo do Vale do Ribeira na Mata Atlântica”. São aulo: Peirópolis.

Publicado

2013-06-06

Cómo citar

Silva, J. H. da, & Maia, F. B. de A. (2013). TURISMO, COOPERACIÓN Y DESARROLLO LOCAL EN ÁREAS PROTEGIDAS. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 11(4), 559-570. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2013.11.050

Número

Sección

Artículos