Competitividade de destinos turísticos: o caso das ilhas de Cabo Verde

Autores/as

  • Milene Monteiro
  • Paula Odete Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.25145/j.pasos.2015.13.060

Palabras clave:

Competitividad turística, Análisis de cuota de mercado, Índice de Gini, Archipiélago de Cabo Verde, Destinos turísticos

Resumen

O principal objetivo deste trabalho de investigação focaliza-se no estudo da avaliação do desempenho e da competitividade dos destinos turísticos das ilhas de Cabo Verde por principais mercados emissores, tendo por base os dados das dormidas mensais nos estabelecimentos hoteleiros para o período de 2005 a 2011. Utilizou-se para o efeito o instrumento da Análise da Quota de Mercado proposto por Faulkner (1997), bem como o índice de Gini e a Dissemelhança entre os destinos turísticos nos principais mercados emissores, para melhor complementar o estudo em análise. Os resultados obtidos revelaram que as ilhas registaram alterações na competitividade turística, apresentaram níveis de competitividade turística distintos para as várias origens. Em relação ao Índice de Gini, em termos nacionais verificou-se uma diminuição de concentração de dormidas. Quanto à dissemelhança, a ilha da Boavista foi a região mais singular e os pares São Nicolau e Brava foram as mais semelhantes entre si. 

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Águas, P., Grade, A., & Sousa, P. 2003. “Competitividade Turística Regional: Avaliação nos principais mercados, 1991-2001”. Estudos Regionais, n.º 1, pp. 31-52.

Barbeitos, I. 2011. “Qualidade dos Destinos Turísticos: Desenho de um Sistema de Informação”. Consultado em Fevereiro de 2014, disponível em SAPIENTA Repositório Institucional Universidade do Algarve: https://sapientia.ualg.pt/bitstream/10400.1/3112/1/Qualidade_Destinos_Turisticos-Desenho_SI.pdf

Benz, A., & Furst, D. 2002. “Policy Learning in Regional Networks”. European Urban and Regional Studies, Vol. 9, n.º 1, pp. 21-35.

Buhalis, D. 2000. “Marketing the competitive destinations of the future”. Tourism Management, Vol. 21, n.º 1, pp. 97-116.

Cabo Verde 2013. Câmara de turismo de Cabo Verde. Consultado em Março de 2014, disponível em: http://ctcv.cv/ ctcv/homepage/destaques/cabo-verde/#

Costa, H., & Hoffmann, V. 2006. “Competitividade de Destinações Turísticas: elementos e indicadores aplicados no estudo da administração turística de Balneário Camboriú”. Turismo em análise, pp. 135-154.

Dwyer, L., & Kim, C. 2003. “Destination Competitiveness: Determinants and Indicators”. Current Issues in Tourism, pp. 369-414.

Faulkner, B. 1997. “A Model for the Evaluation of National Tourism Destination Marketing Programs”. Journal of Travel Research, Vol. 35, n.º 3, pp. 23-32.

Fernandes, P. 2005. “Modelling, Prediction and Behaviour Analysis of Tourism Demand in the North of Portugal”. Ph.D. Thesis in Applied Economy and Regional Analysis. Valladolid University-Spain.

Fernandes, P., & González, L. 2007. “Análisis de la Cuota del Mercado Turístico en Portugal”. Actas XVII Jornadas Hispano-Lusas de Gestión Científica, Conocimiento, Innovación y Emprendedores: Camino al Futuro. Universidad de la Rioja; Logroño, Espanha; Editora Ayala Calvo, J.C. y grupo de investigación FEDRA. 2444/2455.

Fernandes, P., & Teixeira, J. 2007. “Comportamento da Procura Turística: Região Norte de Portugal”. IX Seminário Luso-Espanhol de Economia Empresarial; Inovação e Educação: Ensino do Empreendedorismo.

Fernandes, P., Teixeira, J., Ferreira, J., & Azevedo, S. 2008. “Modelação da procura turística: um estudo comparativo entre redes neuronais artificiais e a metodologia de Box-Jenkins”. Actas del XII Congreso Anual Internacional de Investigación en Ciencias Administrativas (CD-ROM). Universidad del Baja California.

Hoffmann, R. 1998. “Distribuição de renda: medida de desigualdade e pobreza”. Editora da Universidade de São Paulo.

Manente, M. 2008. “Tourism destination management”. Consultado em Março de 2014, Disponível em: http://statistics. unwto.org/sites/all/files/pdf/manente_eng_0.pdf

Mapa de Cabo Verde. 2014. Obtido em Fevereiro de 2014, da nationsonline.org: http://www.nationsonline.org/oneworld/map/ cape-verde-map. htm

Marujo, N., & Cravidão, F. 2012. “Turismo e Lugares: Uma visão geográfica”. Revista de Turismo y Patrimonio Cultural, pp.1695-7121.

OMT 2013. “Tendências de Turismo e Estratégias de Marketing OMT”. Consultado em Janeiro de 2014, disponível em OMT:http://mkt.unwto.org/publication/unwto-tourism-highlights-2014-edition

Ritchie, J., & Crouch, G. 1999. “Tourism Competitiveness and Societal Prosperity”. Journal of Business Research, n.º 44, pp. 137-152.

Ritchie, J., & Crouch, G. 2000. “The Competitive Destination: A Sustainability Perspective”. Tourism Management, Vol. 21, n.º 1, pp. 1-7.

Scott, B., & Lodge, G. 1985. “Competitiveness and the World Economy”. Harvard Business School Press, Boston, Mass.

WTTC 2014. “Travel & Tourism Economic Impact 2014 Cape Verde”. Consultado em Maio de 2014, disponível em http://www.wttc.org/~/media/files/reports/economic%20impact%20research/country%20reports/ cape_verde2014.ashx.

Publicado

2015-03-30

Cómo citar

Monteiro, M., & Odete Fernandes, P. (2015). Competitividade de destinos turísticos: o caso das ilhas de Cabo Verde. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 13(4), 875-896. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2015.13.060