Etnografiando en la ciudad: prácticas, narrativas y construcciones simbólicas sobre el Turismo en el Centro Luiz Gonzaga de Tradiciones nordestinas - RJ

  • Aline Rocha Nery
Palabras clave: etnografia, subjetividades, turismo, construcciones simbolicas, Feria

Resumen

Este trabajo tiene como objetivo la exposición de algunas consideraciones sobre el Centro Luiz Gonzaga de Tradiciones nordestinas, atractivo turístico de la ciudad de Río de Janeiro creado en el año 2003 a partir de la transferencia de la antigua Feria de San Cristóbal dentro del Pabellón de San Cristóbal. Para ello, en un ejercicio de reflexión sobre la subjetividad en la investigación social, relato los caminos que me llevaron hasta este objeto de estudio, tejiendo, posteriormente, algunas consideraciones preliminares relacionadas al turismo en este espacio.

Biografía del autor/a

Aline Rocha Nery

Mestranda em Ciências Sociais, Especialista em Planejamento e Gestão Social e Turismóloga.

Citas

Becker, Howard 1977 De que lado estamos? Uma Teoria da Ação Coletiva. Rio de Janeiro: Zahar Editores.

Cardoso, André L. C. 2006 Arquitetura Encapsulando a Infor- malidade: da Feira dos Paraíbas ao Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

Castro, Celso 2002 “Narrativas e imagens do turismo no Rio de Janeiro”. In Velho, Gilber- to (org). Antropologia Urbana: Cultu- ra e sociedade no Brasil e em Portu- gal:80-87. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.

Gastal, Susana 2005 Turismo, imagens e imaginários.

São Paulo: Aleph, 2005.

Geertz, Clifford 2001 “O Saber Local e alguns de seus li- mites”. In Nova Luz sobre a Antropologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Giacomini, Sonia M. 2007 Emoção “brega” e relações de gêne- ro na Feira de São Cristóvão: corações, corpos e mentes em transbordamento emocional. 31º Encontro Anual da AN- POCS. Caxambu-MG.

Giacomini, Sonia M. e Costa, Adailton M. 2008 Relações de gênero, corpo e raça e Geração em contextos de sociabilidade na cidade do Rio de Janeiro. Disponí- vel em: <http://www.puc-rio.br/pibic/ relatorio_resumo2008/relatorios/ccs/ soc/ada.pdf>. Acesso em 01 de julho de 2010.

Goldemberg, Mirian. 2009 A arte de pesquisar: como fazer pes- quisa qualitativa em Ciências Sociais. Rio de Janeiro: Record.

Grünewald, Rodrigo de A. 2003 “Turismo e Etnicidade”. Horizon- tes Antropológicos, Porto Alegre, 9(20):141-159.

Laplantine, François 2007 Aprender Antropologia. São Paulo: Brasiliense.

Laplantine, François e Trindade, Liana 1997 O que é imaginário. São Paulo: Bra- siliense.

Magnani, Guilherme C. 1996 “Quando o campo é a cidade: fazendo antropologia na metrópole”. In Mag- nani, J. G. C. , Torres, L. de L. (orgs). Na Metrópole. Textos de antropologia urbana:15-53. São Paulo: EDUSP/ FA- PESP. .

Mauss, Marcel 2005 “A Expressão Obrigatória dos Sen- timentos (Rituais Orais Funerários Australianos)”. In Ensaios de Sociolo- gia: 325-335. São Paulo: Perspectiva.

Nery, Aline R. “Nós” e a Feira: Turismo, Significados e Representações Sociais na Feira de São Cristóvão–RJ. CSOn- line, Setembro de 2010. Disponível em http://www.editoraufjf.com.br/revis- ta/index.php/csonline/article/viewFi- le/751/648

Ribeiro, Maria de F. 2004 Nem Feira dos Paraíbas nem Shop- ping dos Nordestinos: um estudo sobre o Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas. Tese. Programa de Engenharia de Produção. COPPE/UFRJ. Rio de Janeiro.

Santana, Agustín 2009 Antropologia do turismo: analogias, encontros e relações. São Paulo: Aleph.

Siqueira, Euler D. de. 2008 A nova maravilha do turismo: prá- ticas simbólicas e narrativas identi- tárias na eleição do Cristo Redentor. Anais da 26ª Reunião Brasileira de Antropologia. Brasília: Editora da ABA. (01):. 1-19.

Publicado
2011-06-17
Cómo citar
Rocha Nery, A. (2011). Etnografiando en la ciudad: prácticas, narrativas y construcciones simbólicas sobre el Turismo en el Centro Luiz Gonzaga de Tradiciones nordestinas - RJ. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 9(3), 31-44. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2011.09.044