Gestión social de bienes culturales en Brasil: desafíos y perspectivas

  • Manuela de Oliveira Botrel
  • Priscila Gomes de Araújo
  • José Roberto Pereira
Palabras clave: Geston social, Esfera publica, Politicas publicas, Patrimonio historico, bienes culturales

Resumen

El objetivo de este ensayo teórico es analizar la gestión de los bienes culturales en Brasil a partir de la formación de la esfera pública y de la política federal de preservación del patrimonio histórico y artístico. Se trata de responder a la pregunta: ¿cuáles son los retos y las perspectivas de la gestión social de los bienes de capital en Brasil? La esfera pública bajo la óptica habermasiana comprende una red adecuada para la comunicación de contenidos y formación de opiniones. Los resultados muestran que la gestión social presenta mejores perspectivas para la gestión de los bienes culturales, pues incluye a la sociedad, estimula la participación de los ciudadanos en la preservación y legitima las representaciones culturales de la sociedad. Po- rém, presenta como desafío la superación del elitistismo en la preservación de bienes culturales en Brasil.

Biografía del autor/a

Manuela de Oliveira Botrel

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal de Lavras

Priscila Gomes de Araújo

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal de Lavras.

José Roberto Pereira

Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília e professor do Programa de Pós-Graduação em Adminis- tração da Universidade Federal de Lavras

Citas

Anico, Marta 2005 “A pós-modernização da cultura: patrimônio e mu- seus na contemporaneidade”. Horizontes Antropológicos. Porto Alegre, v. 11, n. 23, p.71-86.

Brasil 1988 “Constituição: República Federativa do Brasil”. Brasília: Senado Federal.

Bosi, Alfredo 1922 “Dialética da colonização”. São Paulo: Cia. das Le- tra.

Canclini, Nestor Garcia 1997 “Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade”. São Paulo: Edusp.

Charaudeuau, Patrick 2003 “El discurso de la información. La construcción del espejo social. Barcelona: Gedisa.

Choay, Françoise 2001 “A Alegoria do Patrimônio”. São Paulo: UNESP.

Chuva, Márcia 2003 “Fundando a nação: a representação de um Brasil barroco, moderno e civilizado”. TOPOI, v. 4, n. 7, p. 313-333.

Dowbor, Ladislau 1999 “Tendências da gestão social”. Saúde e Sociedade. São Paulo, v. 8, n. 1, p. 3-16. Fonseca, Maria Cecília Londres 1997 “O patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil”. Rio de Janeiro: UFRJ/IPHAN.

Fonseca, Maria Cecília Londres 2001 “A Invenção do Patrimônio e a Memória Nacional”. In: Bomeny, H. (Org.). Constelação Capanema: in- telectuais e políticas. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas; Bragança Paulista (SP): Ed. Univer- sidade de São Francisco.

Fonseca, Maria Cecília Londres 2003 “Referências culturais: base para novas políticas de Patrimônio”. In: Brasil. Ministério da Cultura/ Instituto do Patrimônio Histórico e artístico Nacio- nal. Patrimônio Imaterial: O registro do Patrimônio Imaterial: Dossiê final das atividades da Comissão e do Grupo de Trabalho Patrimônio Imaterial.

França Filho, Genauto C. de 2008 “Definindo Gestão Social”. In: Silva Jr., J. T.; Mä- sih, R. T.; Cançado, A. C.; Schommer, P. C. (Orgs.). Gestão Social: práticas em debate, teorias em construção. Fortaleza: Imprensa Universitária.

Funari, Pedro Paulo e Pelegrini, Sandra C. A. 2009 “Patrimônio histórico e cultural”. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Gomes, Wilson 2006 “Apontamentos Sobre o Conceito de Esfera Públi- ca”. In: Maia, R.; Castro, M. C. P. (Orgs). Mídia, Esfera Pública e Identidades Coletivas. Belo Horizonte: Editora UFMG.

Gonçalves, J. Reginaldo Santos 1996 “A retórica da perda: os discursos do patrimônio cultural no Brasil”. Rio de Janeiro: UFRJ; IPHAN.

Guimarães, R. G. 2007 “A Participação da Sociedade na Construção das Políticas Públicas Culturais no Brasil: um recurso gerencial ou de poder?” Cadernos Gestão Social, Sal- vador, v. 1, n. 1, Ed. Especial, p. 1-17.

Habermas, Jürgen 1997 “Direito e democracia”. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.

Habermas, Jürgen 2003 “Mudança Estrutural da Esfera Pública: investi- gações quanto a uma categoria da sociedade burguesa”. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.

Hall, Stuart 1999 “A identidade cultural na pós-modernidade”. Rio de Janeiro: DP&A.

IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional 2009 “Patrimônio Imaterial”. Disponível em: http://por- tal.iphan.gov.br/portal/montarPaginaSecao.do;jsesionid=3390CD870C5D3A970483D1BD31E23E87? id=10852&retorno=paginaIphan. Acesso em: 15 de julho de 2009.

Jovchelovitch, S. 2000 “Representações sociais e esferas públicas”. Petró- polis: Vozes.

Lemos, Carlos. 2006 “O que é patrimônio histórico?” São Paulo: Brasi- liense.

Magalhães, Aloísio 1997 “E Triunfo?: a questão dos bens culturais no Bra- sil”. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; Fundação Ro- berto Marinho.

Merrian, N. 1991 “Beyond the glass case: the past, the heritage and the public”. Leicester: Leicester University Press.

Morel, Marco 2005 “As transformações dos espaços públicos: impren- sa, atores políticos e sociabilidades na cidade imperial (1820-1840)”. São Paulo: Hucitec.

Santos, Cecília Rodrigues dos 2001 “Novas fronteiras e novos pactos para o patrimô- nio cultural”. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 15, n .2, p. 43-48.

Tenório, Fernando Guilherme 2003 “Gestão Social: Metodologias e Casos”. Rio de Ja- neiro: FGV.

Tenório, Fernando Guilherme 2008 “(Re)visitando o conceito de gestão social. In: Silva Jr., J. T.; Mäsih, R. T.; Cançado, A. C.; Schommer, P. C. (Orgs.). Gestão Social: práticas em debate, teorias em construção. Fortaleza: Imprensa Universitária.

Tenório, Fernando Guilherme 2010 “Gestão Social: uma réplica”. In: Rigo, Ariádne Scalfoni; Silva Júnior, Jeová Torres; Schommer, Paula Chies; Cançado, Airton Cardoso. Gestão So- cial e Políticas Públicas de Desenvolvimento: Ações, Articulações e Agenda. Recife: UNIVASF.

Thompson, J. B. 1995 “Ideologia e Cultura Moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Petrópolis: Vozes.

UNESCO - United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization 2003 “Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial”. Disponível em: http://www. unesco.pt/cgi-bin/cultura/docs/cul_doc.php?idd=16. Acesso em: 29 de novembro de 2010.

Zanirato, Silvia Helena e Ribeiro, Wagner Costa 2006 “Patrimônio cultural: a percepção da natureza como um bem não renovável”. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 26, n. 51, p. 251-262.

Publicado
2011-10-16
Cómo citar
de Oliveira Botrel, M., Gomes de Araújo, P., & Pereira, J. (2011). Gestión social de bienes culturales en Brasil: desafíos y perspectivas. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 9(04), 647-659. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2011.09.061