Orgulho ou vergonha? O Mané do Rosário: manifestação do patrimônio cultural intangível de Poxim, Coruripe, AL, Brasil

  • Priscylla Maria Ferreira da Silva Graduada em Turismo pela Universidade Federal de Alagoas (Brasil).
Palabras clave: Patrimônio cultural, Cultura popular, Pertencimento, Manifestações culturais, (Des) valorização.

Resumen

Prime or shame? The “Mané do Rosário”: expression of intangible cultural heritage of Poxim ,Coruripe-AL, Brazil. This paper discusses the relationship between a cultural manifestation and its own community. It’s resulted of a research project from Federal University of Alagoas, named “Survey intangible cultural heritage of Penedo and Coruripe - Alagoas.” The project was realized from 2007 until 2008, and as its title explains itself, had to order to identify some of the intangible cultural manifestation in these municipality. One of the study objects of the project was the “Mané do Rosário,” an authentic folklore party from Poxim village (Coruripe- AL). Then, the order of this paper it’s to identify the relationships established between the cultural manifestation the “Mané do Rosário” and the Poxim population itself.

Citas

Coruripe-AL. Câmara Municipal de Vereadores 1990 “Lei Orgânica.” Poder legislativo municipal. Coruripe, Alagoas, Brasil.

IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional 2012 “Patrimônio Imaterial”. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/portal/montarPaginaSecao. do?id=10852&retorno=paginaIphan. Acesso em: 19 de abril de 2012.

Lemos, João Ribeiro de 1999a “Poxim.” En Coruripe: sua historia, sua gente, suas instituições. (p. 173-183) Recife- PE: GCL gráfica e editora.

Lemos, João Ribeiro de 1999b “O Poxim.” En Coruripe: sua historia para a juventude. (p. 77-80) Maceió: Recife-PE: GCL gráfica e editora.

Lemos, João Ribeiro de 2001 Poxim, terra de história e de mitos: Vila Real de São José do Poxim do Sul. Recife-PE: GCL gráfica e editora.

Macena, Lourdes 2003 “Festas, danças e folguedos: elementos de identidade local, patrimônio imaterial do nosso povo”, En Martins, Clerton. (Org.), Turismo, cultura e identidade. (p. 63-76) São Paulo: Roca.

Martins, Clerton; Leite, Liliana 2003 “Cultura, religiosidade popular e romarias: expressões do patrimônio imaterial”, En Martins, Clerton (org.), Patrimônio Cultural: da memória ao sentido do lugar. (p. 105-120). São Paulo: Roca.

Oliven, Ruben George 2003 “Patrimônio intangível: considerações iniciais”, En Abreu, Regina; Chagas, Mário. (Orgs.), Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. (p. 77-80). Rio de Janeiro: DP&A editora.

Ribeiro, Marcelo 2010 “Análise das políticas de preservação em quatro municípios do nordeste brasileiro”, En Ribeiro, Marcelo. (Org.), Olhares sobre o patrimônio cultural: reflexões e realidades. (p. 9-28) Porto Alegre, RS: Asterisco.

Sant’Anna, Márcia 2003 “A face imaterial do patrimônio cultural”, En Abreu, Regina; Chagas, Mário. (Orgs.), Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. (p. 46-55) Rio de Janeiro: DP&A editora.

SECULT/AL – Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas 2012 “Lei do Registro do Patrimônio Vivo”, Disponível em: http://www.cultura.al.gov. b r / l e g i s l a c a o - 1 / l e i s - e - d e c r e t o s / L e i % 2 0 no%206.513%2C%20de%2022.09.04%20-% 20Lei%20do%20Registro%20do%20Patrimonio% 20Vivo-RPV.pdf/view. Acesso em: 19 de abril de 2012.

Publicado
2013-02-08
Cómo citar
Silva, P. (2013). Orgulho ou vergonha? O Mané do Rosário: manifestação do patrimônio cultural intangível de Poxim, Coruripe, AL, Brasil. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 11(2), 343-350. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2013.11.022
Sección
Artículos