A rota do património industrial no vale do Ave (norte de Portugal) numa nova tendência do turismo

  • José Carlos Meneses Rodrigues Instituto de Estudos Superiores de Fafe

Resumen

O turismo industrial na Europa (Reino Unido, Espanha, França e Alemanha), é emergente em Portugal, com potencialidades e constrangimentos que pode constituir-se numa plataforma de desenvolvimento cultural, social e económico, que diluirá o sentimento de fragilidade interiorizado nos cidadãos, facto consonate com os objetivos do estudo: i) reconhecer o turismo industrial como uma nova tendência; ii) avaliar o seu potencial económico-social; iii) legitimar o planeamento em turismo industrial como um elo a estabelecer com as necessidades da população local; iv) relevar  a  ausência de dinâmica na Rota do Património Industrial do Vale do Ave, criada em 2002. Na metodologia, enfatizamos os conceitos de património industrial e turismo industrial, as rotas, a musealização, a NP 4556/2017 - Norma de Qualidade do Turismo Industrial em Portugal; as imagens e o quadro elaborado sobre a rota finalizam os procedimentos utilizados. Nas conclusões, evidenciamos as propostas para a reativação da Rota.

Citas

Abad, C. J. P. 2004. “La reutilización del patrimonio industrial como recurso turístico. Aproximación geográfica al turismo industrial”. In: Treballs de la Societat Catalana de Geografia. Catalunha. Universidad Nacional de Educación a Distancia, 57, 7-32. Disponível em:<https://www.amazon.co.uk/Turismo-patrimonio-industrial-Gestión-turística-ebook/dp/B00KYS34K6>. Acesso em 12 de junho de 2018.

Álvarez, N. G. 2017. “La musealizacion del Patrimonio Industrial. Dos modelos de intervencion en la provincia de Huelva: Casa Direccion en Valverde del Camino y Molino de Mareas “El Pintado” en Ayamonte”. Pasos. Revista de Turismo e Património Cultural, vol. 15, n.º 3, 859-672. Espanha: Universidad de Sevilla.

Alves, J. F. 2004. “Património industrial, educação e investigação: a propósito da Rota do Património Industrial do Vale do Ave”. Revista da Faculdade de Letras: História, III série, vol. 5, 251-256. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Disponivel em: <http://hdl.handle.net/10216/7772>. Acesso em 03 de julho de 2017.

Alves, J. F. 2002. “A Indústria Têxtil do Vale do Ave”. In: Mendes, José Amado; Fernandes, Isabel W (Coord.) - Património e Indústria no Vale do Ave 372-389. Vila Nova de Famalicão: Adrave.

Associação Portuguesa para o Património Industrial. Disponível em: <http://www.museudaindustriatextil.org/appi/patrimonio-nacional.php>. Acesso em 10 de setembro de 2014.

Associação Portuguesa para o Património Industrial. 2014. Disponível em: < http://www.museudaindustriatextil.org/appi/patrimonio-nacional.php>. Acesso em 10 de setembro de 2014.

Central de Reservas da Europa. 2014. Disponível em: < http:www.xatic.cat.>. Acesso em 15 de julho de 2014.

Cleto, J. & Faro, S. 2002. “A Rota do Património Industrial do Vale do Ave: caracterização e breves considerações”. ADRAVE, Património e Indústria no Vale do Ave. Um passado com futuro 148-153. Famalicão: ADRAVE.

Coit, J. C. L. 1999. “Patrimonio industrial y património de la humanidade. El ejemplo de las colonias textiles catalanas. Potencialidades turísticas y algumas reflexiones”. Boletin de la A.G.E., n.º 28, 147-160.

Barcelona: Universidad Autónoma de Barcelona.

Cordeiro, J. 2017. “A Norma de qualidade e os desafios que se colocam ao turismo industrial”. Dos Algarves: A Multidisciplinary e-Journal, 30, 6-17. doi: 0.18089/DAMeJ.2017.30.1

Cordeiro, J. 2014.05.29. “Redes Europeias de Turismo Industrial”. Seminário Desenvolvimento sustentável do turismo no Porto e Norte de Portugal. Fafe: Auditório do IESF. Comunicação.

Costa, F. S. 2010 maio. “Geopatrimónio ligado à agua. O caso do património industrial na bacia hidrográfica do rio Ave”. VI Seminário Latino-Americano de Geografia Física II Seminário Ibero-Americano de Geografia Física. Coimbra. Universidade de Coimbra. Comunicação.

Diário do Minho. 2009-06-09. Disponível em: http://livrozilla.com/doc/872238/património-industrial-e-museologia-em-portugal>. Acesso em 30 de julho de 2014.

Diário de Notícias. 2018.04.05. Disponível em: https://www.dn.pt/lusa/interior/turismo-industrial-ja-tem-norma-de-qualidade-especifica-para-a-realidade-portuguesa-9236163.html. Acesso em 15 de junho de 2018.

Direção Geral do Património Cultural. Portugal. Património Industrial. 2014. Disponível em: <http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/itinerarios/industrial/>. Acesso em 02 de setembro de 2014.

Duarte. J. M. 2013.11.25. “Património Industrial. Memória do Trabalho Produtivo”. In: Estudos do Património. Lisboa: Universidade Aberta. Disponível em: <http://estudospatrimonio.blogspot.pt/2013/11/patrimonio-industrial-memoria-do.html>. Acesso em 30 de julho de 2014.

European Route of Industrial Heritage. 2014. Disponível em: . Acesso em 23 de agosto de 2014.

Indústrias em atividade em Portugal. 2010. Disponível em:< http://www.rotanoave.com/Industria-em-Actividade.aspx>. Acesso em 25 de agosto de 2014.

Ironbridge. 2018. Disponível em:<http://www.english-heritage.org.uk/visit/places/iron-bridge/history/>. Acesso em 17 de junho de 2018.

Itinéraires et Paysages Culturels. Un Patrimoine Commun de l’Europe. 2014. Disponível em:<http://hdl.handle.net/10773/7812>. Acesso em 05 de setembro de 2014.

Itinerários Culturais do Conselho da Europa Instituto Europeu dos Itinerários Culturais. 2014. Disponível em: <http://www.culture-routes.lu/php/fo_index.php?)>. Acesso em 05 de setembro de 2014.

Matos, A. C. e Sampaio, M. L. 2014. “Património Industrial e Museologia em Portugal”. Revista Museologia & Interdisciplinaridade, v. 3, nº. 5 95-112 online ISSN 2238-5436. Disponível em:<http://hdl.handle.net/10174/11102>. Acesso em 20 de junho de 2018.

Matos, A. C., Ribeiro, I. M., Santos, M. L. 2003. “Intervir no património industrial: das experiências realizadas às novas perspetivas”. Sampaio, Maria da Luz ed.. Atas do Colóquio de Museologia Industrial. Reconversão e Musealização de Espaços Industriais, 21-32. Porto: Museu da Indústria. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10174/10905>. Acesso em 15 de junho de 2018.

Mota, A. C. S. 2011. Turismo Industrial. Nova Força Económica para Municípios. Caso de Águeda. Dissertação de mestrado. Aveiro: Universidade de Aveiro. Disponível em: <http://instagram.com/turismoindustrialsjm>. Acesso em 02 de setembro de 2014.

Pereira, V. B. (coordenador) s.d.. Património Industrial do Vale do Ave. A Formação do Quotidiano Operário. Sociedade, Economia e Cultura num Contexto Industrializado do Vale do Ave. Dos Anos 50 à Atualidade. Disponível em:<http://www.rotanoave.com/Estudo/index.html>. Acesso em 02 de setembro de 2014.

Prat, J. M. & Valiente, G. C. 2012. “El patrimonio industrial como dinamizador del territorio. El caso del ecomuseo La Farinera, en Castelló d’Empúries Cataluña)”. In: Documents d’Anàlisi Geogràfica, vol. 58/1 79-100. Barcelona: Universitat Autònoma de Barcelona. Departament de Geografia. Disponível em: <http://dag.revista.uab.es/article/view/v58-n1-prat-canovas>. Acesso em 18 de junho de 2018.

Rota da Lã – Translana. 2014 Disponível em: http://www.centerofportugal.com/pt/a-rota-da-la-translana/. Acesso em 04 de setembro de 2014.

Rotas do volfrâmio na Europa. Memória dos homens e património industrial. Disponível em: . Acesso em 02 de setembro de 2017.

RPI - Rota do Património do Vale do Ave. Disponível em: <http://www.rotanoave.com/rota-apresentacao.aspx>- Acesso em 02 de julho de 2014.

Rutas de la lana. Disponível em: . Acesso em 02 de setembro de 2014.

Silva, J. M. coordenador. 2014.07.03. Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal 2014-2020. Relatório final. Comunidade Intermunicipal do Ave. Disponível em: <http://www.cim-ave.pt/index.php/quem-somos/municipios>. Acesso em 20 de agosto de 2017.

Turismo Industrial.cat. Disponível em: <http://www.xatic.cat>. Acesso em 10 de setembro de 2014.

Turismo de Portugal. Normas de Qualidade. Qualidade e Sustentabilidade. Disponível em: <http://business.turismodeportugal.pt/pt/crescer/Qualidade%20_Sustentabilidade/Paginas/normas-de-qualidade.aspx>. Acesso em 10 de junho de 2018.

UNESCO World Heritage Center. Disponível em: <http://whc.unesco.org/>. Acesso em 02 de setembro de 2014.

Vieira, J. Lacerda, M. (coor. de) 2010. Kits - Património | Património Industrial. Lisboa: IHRU / IGESPAR. Disponível em: <http://www.patrimoniocultural.gov.pt/static/data/patrimonio_imovel/inventario/kit01.pdf>. Acesso em 10 de setembro de 2014.

Publicado
2019-10-16
Cómo citar
Meneses Rodrigues, J. (2019). A rota do património industrial no vale do Ave (norte de Portugal) numa nova tendência do turismo. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 17(5), 989-1003. Recuperado a partir de //ojsull.webs.ull.es/index.php/Revista/article/view/1525