Patrimonio arquitectónico cultural: el caso de Pinheiro Machado/RS

Autores/as

  • Claure Morrone Parfitt Universidade Federal de Pelotas
  • Ana Lúcia Costa Oliveira Universidade Federal de Pelotas
  • Dionis Mauri Penning Blank

DOI:

https://doi.org/10.25145/j.pasos.2015.13.076

Palabras clave:

Patrimonio arquitectónico, Patrimonio cultural, Memoria, Identidad, Pinheiro Machado/RS, Brasil

Resumen

El patrimonio arquitectónico cultural de una ciudad está estrechamente vinculada a la identidad local, así como los valores históricos y artísticos de la misma. Su conservación debe trascender generaciones. Pero lo que generalmente ocurre es la ausencia de su récord. Este estudio tiene como objetivo identificar el patrimonio arquitectónico de la ciudad de Pinheiro Machado / RS. A partir de un inventario llevado a cabo a partir de chips utilizados simplificado basado en IPHAN. Se adoptaron los criterios de su relación con los valores históricos y artísticos; tener algún significado, valor o calidad arquitectónica o tipológico; poseer un poco de historia simbólica o cultural, valor cultural; y, por último; algún valor o tecnológico o de plástico calidad de construcción. Se identificaron 29 edificios ubicados en la zona céntrica de la ciudad, pertenecientes a diversos períodos históricos de los siglos XIX y XX, que fueron clasificados posteriormente en función de su valor.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Ana Lúcia Costa Oliveira, Universidade Federal de Pelotas

Professora no Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pelotas. Doutora em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Citas

Bastos, Sênia 2004. Requalificar ou revitalizar? Ações de valorização do patrimônio cultural, educação patrimonial, turismo e Hospitalidade. In: II Seminário de pesquisa em turismo do Mercosul, 2004, Caxias do Sul.

Blank, Dionis Mauri Penning. 2012. Possibilidade jurídica de dano moral coletivo pela destruição de bens culturais: exame da jurisprudência estadual brasileira. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pelotas, UFPel, Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural, Pelotas,.

Bosco, João Urt Delvizio 2004. Patrimônio arquitetônico de Corumbá: um olhar sobre a arquitetura moderna na perspectiva da memória e desenvolvimento local. Dissertação de mestrado em desenvolvimento local. Campo Grande: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local, Universidade Católica Dom Bosco.

Candou, Jöel 2011. Memória e identidade. São Paulo: Contexto.

Choay, Françoise. 2006. A alegoria do patrimônio. São Paulo: Estação Liberdade.

Fortes, Amyr Borges; Wagner, João Battista Santiago. 1963. História administrativa, judiciária e eclesiástica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, [s.n.].

García Canclini, Néstor. Los usos sociales del Patrimonio Cultural. In: Aguilar Criado, Encarnación (Org.). Patrimonio Etnológico: perspectivas de estudio. Consejería de Cultura, Junta de Andalucía, 1999. p. 16-33.

Meira, Ana Lúcia Goelzer. 2002. Políticas Públicas e a Participação dos Cidadãos na Preservação do Patrimônio Cultural de Porto Alegre In: Krawczyk, Flávio (Org.). Da necessidade do Moderno: o futuro de Porto Alegre do Século Passado. Porto Alegre: Unidade Editorial da Secretaria Municipal de Cultura.

Meira, Ana Lúcia Goelzer. 2002. Patrimônio cultural e globalização. In: Possamai, Zita Rosane; Ortiz, Vitor. Cidade e Memória na globalização. Porto Alegre: Unidade Editorial da Secretaria Municipal de Cultura.

Meira, Ana Lúcia Goelzer. 2004. O passado no futuro das cidades: políticas públicas e participação dos cidadãos na preservação do patrimônio cultural de Porto Alegre. Porto Alegre: Editora da UFRGS.

Meira, Ana Lucia Goelzer. 2008. O patrimônio Histórico e Artístico do Rio Grande do Sul no século XX. Atribuições de valores e critérios de intervenção. Tese de Doutorado.Universidade Federal do Rio Grande do Sul. UFRGS-PROPUR, Porto Alegre.

Miranda, Marcos Paulo de Souza. 2006. Tutela do patrimônio cultural brasileiro: doutrina – jurisprudência – legislação. Belo Horizonte: Del Rey.

Pedregal, Antonio Miguel Nogués. 2008. Poder político local y urbanismo en entornos turísticos: la mediación del espacio turístico en la producción de significados. Gazeta de Antropologia, v. 2, n. 24, p. 1-26.

Pelegrini, Sandra C. A. 2006. O patrimônio cultural no discurso da lei: trajetória sobre o debate da preservação no Brasil. atrimônio e Memória, v. 2, n. 2, p. 61-84.

Pelegrini, Sandra C. A. 2007. O patrimônio cultural e a materialização das memórias individuais e coletivas. Patrimônio e Memória, v. 3, n. 1, p. 95-109.

Poulot, Dominique. 2009. Uma história do patrimônio no Ocidente, séculos XVIII-XXI: do monumento aos valores. São Paulo: Estação Liberdade.

Prats, Llorenç. 2006. La mercatilización del patrimonio: entre la economía turística y las representaciones identitarias. PH Boletín del Instituto Andaluz del Patrimonio Histórico, n. 58, p. 72-80, may.

Preissler, Camila. 2010. Identificação de bens edificados considerados patrimônio cultural o caso do município de Santa Rosa. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Programa de Pós-Graduação em Patrimônio Cultural, Santa Maria,

Reis Filho, Nestor Goulart 1998. Quadro da Arquitetura no Brasil. São Paulo: Editora Perspectiva.

Sousa, Elenice Manzoni de. 2011. Patrimônio arquitetônico de Santiago Rio Grande do Sul; Identificação e valoração. Dissertação de Mestrado Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS-PROPUR.

Souza Filho, Carlos Frederico Marés. 2011. Bens culturais e sua proteção jurídica. 3. ed. Curitiba: Juruá.

Vieira, Sidney Gonçalves. 2008. Paisagem, patrimônio e memória urbana: a materialização da sociedade nas formas construídas. In: Michelon, Francisca Ferreira; Tavares, Francine Silveira (Org.). Memória e patrimônio: ensaios sobre a diversidade cultural. Pelotas: UFPel, p. 119-147.

Publicado

2015-02-07

Cómo citar

Parfitt, C. M., Oliveira, A. L. C., & Blank, D. M. P. (2015). Patrimonio arquitectónico cultural: el caso de Pinheiro Machado/RS. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 13(5), 1113-1127. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2015.13.076

Número

Sección

Artículos

Artículos similares

1 2 3 4 5 > >> 

También puede {advancedSearchLink} para este artículo.