Arreglos y sistemas productivos e innovadores locales: innovación y desarrollo para destinos turísticos – el caso de Porto de Galinhas, Brasil

Autores/as

  • Mariana Cavalcanti Falcão
  • Claudinete de Fátima Silva Oliveira Santos
  • Carla Regina Pasa Gómez

DOI:

https://doi.org/10.25145/j.pasos.2009.07.031

Palabras clave:

ASPILs, Turismo, Destino turístico, Actores locales e innovación.

Resumen

Este artículo busca analizar la actividad turística de Porto de Galinhas/PE, Brasil, conforme al enfoque de Arreglos y Sistemas productivos e innovadores Locales propuesto por Cassiolato, Matos y Lastres (2008). Para ello, se realizó una encuesta de campo con el fin de obtener entrevistas y documen- tos para su análisis posterior. Así, el estudio evidencia la posibilidad de estructurar el turismo en esa locali- dad hacia una configuración de ASPILs y entiende que el proceso de innovación que ocurre en el destino se refiere a la innovación incremental y organizativa. Además, entiende que esta actividad turística está en la etapa Inicial de Arreglos productivos Locales Turísticos por estar en proceso de Consolidación de sus grupos informales para que su estructura sea formalizada.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Mariana Cavalcanti Falcão

A autora é graduada em Hotelaria pela Universidade Federal de Pernambuco. Mestranda do Programa de Pós- graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco.

Claudinete de Fátima Silva Oliveira Santos

A autora é especialista em Gestão de Pessoas e Negócios pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Carua- ru/PE. Mestranda do Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco.

Carla Regina Pasa Gómez

A autora é doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora do Pro- grama de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco.

Citas

Barbosa, Maria Alice C. e Zamboni, Roberto A. 2009 Formação de um cluster em torno do turismo de natureza sustentável em Bonito – MS. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/pub/td/td_2000/td_772. pdf>. Acesso em: Maio 2009.

Bardin, Laurence 1979 Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Beni, Mário Carlos 2004 Análise Estrutural do Turismo. 10ª ed. São Paulo: Editora Senac. Butler, R. 1999 “Sustainable Tourism: A State of the Art Review”. Tourism Geographies, 1:7–25.

Cassiolato, J. E. e Lastres, H. M. M. 2008 “Discussing innovation and develop- ment: converging points between the Latin American school and the innovation systems perspective?” Globelics Working Paper Series, 8(2).

Cassiolato, J. E., Matos; Marcelo P. de e Lastres, Helena M. M. (orgs.) 2008 Arranjos produtivos locais: uma alternativa para o desenvolvimento, criatividade e cultura. Rio de Janeiro: E- papers.

Damanpour, F. 1991 “Organization innovation: a meta analysis of effects of determinants and moderators”. Academy of Management Journal, 34:355-390.

Droulers, Martine e Milani, Carlos R. S. 2002 Desenvolvimento local e turismo em Tarrafal - Cabo Verde. Paris: UNESCO.

Egler, Claudio A. G. e Rio, Gisela A. Pires do. 2008 “Turismo e Desenvolvimento Local no Estado do Rio de Janeiro”. In: VIII Encontro Nacional De Turismo Com Base Local. Anais, Curitiba.

França, A. L. G. de. 2007 O turismo em Porto de Galinhas - PE: Políticas de desenvolvimento e o desafio da sustentabilidade. Dissertação (Mes- trado) - Universidade Federal de Per- nambuco. Mestrado em gestão políticas ambientais. Recife.

Franklin, A. e Crang, M. 2001 “The trouble with tourism and travel theory?” Tourists Studies, 1:5-22.

Garrido, J. M. D. A. 2001 Modelos multiorganizacionais no turismo: cadeias, Clusters e redes. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal da Bahia. Mestrado em Administração. Salvador.

Godoi, Christiane K. e Mattos, Pedro L. C. L. de. 2006 “Análise de entrevistas não estrutu- rada: da formalização à pragmática da linguagem”. In: Godoi, C. K., Bandeira- de-Melo, R. e Silva, A. B. da (org). Pes- quisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e méto- dos. São Paulo: Saraiva.

Gollug, James et al. 2005 Using cluster-based economic strategy to minimize tourism leakages. São Francisco: GEDP.

Hall, C. M., Williams, A. M. e Lew, A. A. 2004 “Turismo: Conceitos, instituições e temas”. In: Lew, A. A., Hall, C. M. e Williams, A. M. Compêndio do Turismo. Lisboa: Instituto Piaget.

Ipojuca 2009 Dados econômicos do município de Ipojuca. Disponível em: <http://www.ipojuca.pe.gov.br/>. Acesso em: Abril 2009.

Jafari, J. 2005 “El Turismo como Disciplina Científi- ca”. Política y Sociedad, 42(1):39-56.

Lastres, H. M. M. e Cassiolato, J. E. 2005 “Innovation systems and local productive arrangements: new strategies to promote the generation, acquisition and diffusion of knowledge”. Innovation: Management, Policy & Practice, 7(2):172-187.

Lima, Manolita C. 2004 Monografia: a engenharia da produç- ão acadêmica. São Paulo: Saraiva.

Malhortra, N. K. 2001 Pesquisa de marketing: uma orien- tação aplicada. 3.ed. Porto Alegre: Bo- okman.

Mamberti, Marina M. S. e Braga, Roberto 2004 “Arranjos Produtivos Turísticos e Desenvolvimento Local”. In: Seminário In- ternacional: O Desenvolvimento Local Na Integração: Estratégias, Instituições Políticas, 1, Rio Claro: Unesp.

Mendonça, Luís C. 2004 A invenção de Porto de Galinhas: História, empreendedorismo e turismo. Recife: Persona.

Merigue, Geancarlo de L. 2005 “O desenvolvimento de arranjos pro- dutivos locais no turismo: o caso da regi- ão turística da costa leste de Mato gros- so do Sul”. Caderno Virtual de Turismo, 5(1):7-14.

Merriam, Sharan B. 1998 Qualitative research and case study applications in education. 2. ed. San Francisco: Jossey-Bass.

Moreira, Daniel A. e Queiroz, Ana Carolina S. (coords). 2007 Inovação organizacional e tecnológica. São Paulo: Thomson Learning.

Ministério do Turismo do Brasil 2007 Plano Nacional do Turismo 2007-2010: uma viagem de inclusão. Brasília, 2007. Disponível em: <http://institucional.turismo.gov.br>. Acesso em: Fev. 2009.

Mytelka, L. e Farinelli, F. 2000 Local clusters, innovation systems and sustained competitiveness. Maas- tricht, Netherlands: United Nations University.

Mytelka, L. e Farinelli, F. 2003 “From local clusters to innovation systems”. In: Cassiolato, J. E., Lastres, H. M. M. e Maciel, M. L. (eds.). Systems of innovation and development. Cheltenham, UK: Edward Elgar.

PAIVA, Maria das Graças M. V. 1995 Sociologia do Turismo. Campinas, SP: Papirus.

Patton, Michael Quinn 2002 Qualitative research & evaluation methods. 3 ed. Thousand Oaks: SAGE.

Pereira, A. J. 2005 Sustentabilidade turística: Uma análise dos problemas de gerenciamento na faixa de praia em Porto de Galinhas - PE. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Pernambuco. Mestrado em Geografia. Recife.

Petrocchi, M 2001 Gestão de pólos turísticos. São Paulo: Futura.

Saarinen, J. 2006 “Traditions of sustainability in tour- ism studies”. Annals of Tourism Re- search, 33(4):1121-1140.

Sampaio, Carlos A. C., Mantovaneli Jr., O. e Pellin, V. 2004 “Arranjo produtivo local como estraté- gia que promove o ecodesenvolvimento: análises das experiências de Bonito (MS), Lagoa de Ibiraquera (Garopaba e Imbituba) (SC), e Santa Rosa de Lima (SC)”. In: II Seminário Internacional so- bre Desenvolvimento Regional, Anais, Santa Cruz do Sul.

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. 2007 Pequena Empresa Predomina na CaDeia Produtiva do Turismo. Agência SEBRAE de Notícias. Disponível em: < http://asn.interjornal.com.br>. Acesso em: Jan. 2007.

Selva, Vanice 2000 “Le Tourisme Et La Rédéfinition De L’espace Des Communautés Du Littoral Nord-Est Du Brésil”. In: Jorge Umbeli- no. (Org.). Soutenaible Tourism. Lisboa: Universidade de Lisboa.

SETUR-PE – Secretaria de Turismo de Pernambuco 2008 Pernambuco para o Mundo: PlanoEstratégico de Turismo de Pernambuco

Disponível em: http://setur.pernambuco.googlepages.co m/PlanoEstrategicodeTurismodePE.pdf Acesso em: Abril 2009.

SETUR-PE – Secretaria de Turismo de Pernambuco 2009 Destinação PE. Disponível em: <http://www2.setur.pe.gov.br/web/setur/h ome>. Acesso em: Abril 2009.

SETUR-PE – Secretaria de Turismo de Pernambuco 2009 Perfil do turismo receptivo das praias de Ipojuca. Disponível em: <http://www2.setur.pe.gov.br/web/setur/home>. Acesso em: Maio 2009. Shiki, Simone de F. N. 2007 Estado, Políticas Públicas e Desenvolvimento Local: sustentabilidade do turismo no Nordeste Brasileiro. Tese (dou- torado). Universidade de Brasília: Brasília.

Smith, S. L. J. 2004 “A dimensão do turismo global: velhos debates, novos consensos e desafios contínuos”. In: Lew, A. A., Hall, C. M. e

Williams, A. M. Compêndio do Turismo. Lisboa: Instituto Piaget.

Yázigi, Eduardo 2001 A alma do lugar. São Paulo: Contexto.

Yin, Robert K. 2005 Estudo de caso: planejamento e métodos. 3ª ed. Porto alegre: Bookman.

Publicado

2009-09-11

Cómo citar

Cavalcanti Falcão, M., Silva Oliveira Santos, C. de F., & Pasa Gómez, C. R. (2009). Arreglos y sistemas productivos e innovadores locales: innovación y desarrollo para destinos turísticos – el caso de Porto de Galinhas, Brasil. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 7(3), 433-450. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2009.07.031

Artículos más leídos del mismo autor/a