A construção simbólica da imagem dos territórios: a Serra da Estrela entre as imagens tradicionais e a imagem turística

  • Nelson Clemente Dias Oliveira Instituto Politécnico da Guarda
Palabras clave: Imagem, Serra da Estrela, Sociologia do Turismo, Território, Fontes de Informação Turística

Resumen

Os destinos turísticos dependem cada vez mais da imagem, isto porque imagens atrativas seduzem potenciais visitantes e imagens pouco atraentes repelem-os. Com o propósito de refletir a imagem percecionada da Serra da Estrela, delineou-se um modelo de pesquisa que, sustentado numa estratégia de investigação alicerçada teoricamente na sociologia do turismo, procurou analisar o processo de construção social da imagem desta região, em três momentos. Numa primeira fase, procurou-se refletir a imagem que tem sido construída socialmente, ao longo dos tempos, nas narrativas da literatura e do cinema. Numa segunda fase, procurou-se analisar a forma como a comunicação social tem retratado estes territórios na imprensa escrita, num passado recente, confrontando-a com a imagem projetada em suportes da comunicação organizacional, da responsabilidade dos organismos que têm a seu cargo a promoção turística desta região. Para, numa fase derradeira, a partir de um questionário aplicado on-line, aferir o papel desempenhado por diferentes fornecedores de informação na construção social da imagem percecionada pelos inquiridos. A ideia que prevaleceu foi a de que, não obstante o investimento por parte dos organismos responsáveis pela promoção da imagem turística da Serra da Estrela, na difusão de imagens que vão além das tradicionais, os seus efeitos tardam a fazer-se sentir. Isto porque a valorização dos atributos da imagem da Serra da Estrela, plasmada nos dados recolhidos pelo questionário, aproximou-se mais das funcionalidades atribuídas a estes territórios, ao longo dos tempos, pelas fontes de informações mais tradicionais (literatura, media e memórias coletivas) do que daquelas em que a comunicação organizacional se tem vindo a empenhar.

Citas

Almeida, Paulo (2010). La imagen de un Destino Turístico como Antecedente de la Decisión de Visita: análisis comparativo entre los destinos. (Tese Doutoramento). Badajoz: Universidad de Extremadura.

Amirou, Rachid (2007). Imaginário Turístico e Sociabilidade de Viagem. Porto: Estratégias Criativas.

Berger, Peter & Luckmann, Thomas (2004). A construção social da realidade: um livro sobre a sociologia do conhecimento. Lisboa: Dinalivro.

Brandia Central (2009). Estudo de Atractividade dos Destinos Turísticos de Portugal Continental para o Mercado Interno – Destino Serra da Estrela. Disponível em http://travelbi.turismodeportugal.pt/pt-pt/Documents/An%C3%A1lises/Mercados/serra%20da%20Estrela.pdf.

Cousin, Saskia & Réau, Bertrand (2009). Sociologie du tourisme. Paris: La Découvert.

Cunha, Licínio (2013). Economia e Política do Turismo. Lisboa: Lidel.

Chamard, Camile & Liquet, Jean-Claude (2009). L’évaluation de l’image perçue des régions françaises, Congrès International CNRS «Vivre du patrimoine», Corte. 29 et 30 janvier 2009. Disponível em http://imagesdesterritoires.univ-pau.fr/live/digitalAssets/76/76541_2009_Image_des_r__gions_fran__aises.pdf.

Darias, Alberto; Rodríguez, Pablo & Talavera, Agustín (2012). Estrategias de Gestión de Imagen de Destino en Fuerteventura. De los Folletos a la Intercomunicación. Cuadernos de Turismo, (30), 219-239. Recuperado a partir de https://revistas.um.es/turismo/article/view/160781

Dias, Francisco (2010). Promoção de destinos turísticos através do cinema: a via mais eficaz, Atas de 1 st Conference on Cinema and Tourism, pp: 7-14. Disponível em http://arttur.org/ICCT_10/10_ICCT.pdf.

Dias, Reinaldo (2003). Sociologia do Turismo. São Paulo: Atlas.

Diaz, Marta & Garcia Jesús (2010). El libro como Patrimonio Cultural y Atractor Turistico. In Guido Ferrari et. al (Coord). Investigaciones métodos y análisis del turismo (pp: 67 – 100). Oviedo: Septem Ediciones.

Donaire, José (2012). Turisme i cinema. In Girona Ramon (Eds.). Cinema, Publicitat i turismo (pp. 145-153). Girona: Documenta Universitária.

Duque, Ana (2013). O Cinema na construção e promoção de territórios turísticos: a imagem do rural no cinema português. Dissertação de Mestrado apresentada na Universidade de Coimbra. Disponível em http://ruralmatters.web.ua.pt/wp-content/uploads/2013/10/Capa-Ana-Sofia-Duque.pdf.

Ferreira, Norma (2010). Adaptação cinematográfica e promoção turística: O turismo cultural no Reino Unido. pp: 21-25. Disponível em http://arttur.org/ICCT_10/10_ICCT.pdf

Galán, María (2012). Los cameos de la publicidade en las películas. Una história del Produt Placement. In Girona Ramon (Eds.), Cinema, Publicitat i turismo (pp. 13-36). Girona Documenta Universitária..

Gartner, William (1993). Image formation process. Journal of Travel and Tourism Marketing, 2(2-3), 191-215.

Gil, Ángeles (Coord.) (2003). Sociología del Turismo. Barcelona: Editorial Ariel.

Girona, Ramon & Prats, Luís (2012). Espanya, anys 50: dictadura, cinema i turisme. In Girona Ramon (Eds.). Cinema, Publicitat i turismo (pp. 155-174). Girona: Documenta Universitária.

Guaraldo, Tamara (2006). Folhetos Turísticos: Tipos e Características. Revista científica Electrônica de Turismo, III(5), Disponível em http://faef.revista.inf.br/imagens_arquivos/arquivos_destaque/MQG7BziWtLUxbRm_2013-5-20-16-55-33.pdf

Marín, Antonio; Galera, Carmen & Román, José (2003). Sociología de la Comunicación. Madrid: Editorial Trotta.

Marques, Maria (2005). Hollywood e a Globalização, in repositório da Universidade Aberta. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/243/1/livro-FINAL%20195-203%20PDF-RED.pdf.

Marujo, Maria & Cravidão, Fernanda (2012). Turismo e Lugares: uma Visão Geográfica in PASOS. Revista de Turismo y Património Cultural, 10(3), pp. 281-288.

Marujo, Maria (2008). Turismo & Comunicação. Castelo Branco: RVJ-Editores.

Moreira, Adonoy (2010). Terminologia e tradução: Criação de uma base de dados terminológica do turismo baseada num corpus paralelo Português-Inglês (Tese de Doutoramento). Vigo: Universidade de Vigo.

Nielsen, Christian (2002). Turismo e Mídia: o Papel da comunicação na atividade turística. São Paulo: Editora Contexto.

Oliveira, Nelson (2018). Imagem Cinematográfica, construção da realidade e atratividade turística dos territórios. Vista – Revista de Cultura Visual, (2), 224-245. Disponível em http://vista.sopcom.pt/ficheiros/20180926-imagem_cinematografica__construcao_da_realidade_e_atratividade_turistica_dos_territorios.pdf

Penafria, Manuela (2009). Análise de Filmes - conceitos e metodologia(s). Comunicação apresentada no VI Congresso SOPCOM, disponível em http://www.bocc.ubi.pt/pag/bocc-penafria-analise.pdf.

Pereiro, Xerardo & Fernandes, Filipa (2018). Antropologia e Turismo: Teorias, métodos e praxis. Colección PASOS Edita n. 20 Disponível em http://www.pasosonline.org/Publicados/pasosoedita/PSEdita20.pdf.

Portugal, Miguel & Caetano, Joaquim (orgs.) (2013). Marketing e Comunicação desafios da globalização. Lisboa: Escolar Editora.

Robinson, Mike (2004). Narrativas de estar noutro sítio: Turismo e literatura turística. In Alan Lew, Michel Hall & Alan Williams, Compêndio de Turismo (pp. 341-354). Lisboa: Instituto Piaget

Rodrigues, Zaíla & Brito, Pedro (2009). A imagem turística de Portugal no Brasil: a influência dos atributos na formação da imagem de um destino turístico. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão. Disponível em http://www.scielo.oces.mctes.pt/pdf/rpbg/v8n2/v8n2a05.pdf.

Roesch, Stefan (2012). Understanding Film Tourism. In Girona Ramon (Eds.), Cinema, Publicitat i turismo (pp. 133-142). Girona: Documenta Universitária.

Sardo, Anabela et al. (2013). Postos de Turismo do Destino Serra da Estrela: Análise da Situação e Funcionalidades. Guarda: IPG.

Silva, Carla (2011). A imagem dos destinos turísticos de montanha: olhares dos residentes e dos turistas. (Tese de Doutoramento). Aveiro: Universidade de Aveiro.

Silvestre, Maria (2011). Sociologia da Comunicação. Lisboa: ISCSP.

Tocquer, Gérard & Zins, Michel (1999). Marketing do Turismo. Lisboa: Instituto Piaget.

Webster, F. (2004). Desafios globais e respostas nacionais na Era da Informação. In G. L. C. José Manuel Paquete de Oliveira, José Jorge Barreiros (Ed.), Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (pp. 53-74). Lisboa: Quimera Editores.

Wichels, Susana (2014). A experiência sensorial na Comunicação de Marcas: o caso de “Me by Meliá”. In Moisés de Lemos Martins (Ed.) II Confibercom: Os desafios da investigação (pp. 3381-3389). Braga: Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho.

Wolf, Mauro (1994). Los Efectos Sociales de los Media. Barcelona: Paidós.

Publicado
2019-12-11
Cómo citar
Dias Oliveira, N. (2019). A construção simbólica da imagem dos territórios: a Serra da Estrela entre as imagens tradicionais e a imagem turística. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 17(6), 1159-1177. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2019.17.080