Circuito turístico Montañas mágicas de Mantiqueira (Minas Gerais - Brasil): un análisis multidimensional

Autores/as

  • Jean Max Tavares
  • Jonas Antônio Vieira Junior
  • Jordânia Regina Mariano Batista

DOI:

https://doi.org/10.25145/j.pasos.2011.09.062

Palabras clave:

circuitos turisticos, montañas magica de mantiqueira, geoproceso

Resumen

El circuito turístico Montañas mágicas de Mantiqueira (CT MMM) no obtuvo la Reno- vación de su certificado para el período 2010-2011 junto al gobierno de Minas Gerais. Con el objetivo de contribuir al desarrollo de este CT, este artículo hace un análisis multidimensional de este circuito por medio de datos secundarios y herramientas de geoprocesamiento, abordando su disponibilidad de acceso, principales polos en potencial para emisores de turistas al circuito, la adecuación de su municipio polo y la tipología de los atractivos turísticos de forma comparativa con los existentes en CT s próximos o contiguos. Se observó que, para las dos primeras variables anali- sadas, el CT MMM se encuentra en una situación privilegiada, lo que no se puede decir de las variables remanentes, siendo necesaria una readecuación de su municipio polo y una mayor búsqueda por la diferenciación de sus atractivos turísticos. También se recomienda analizar nuevas variables para tener una visión más amplia de la situación del circuito.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Jean Max Tavares

Doutor em Economia (UFRGS), Professor de Economia. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG).

Jonas Antônio Vieira Junior

Bacharel em Geografia (PUC/MG).

Jordânia Regina Mariano Batista

Graduanda em Turismo (PUC/MG).

Citas

Alegre, Joaquín; Juaneda, Catalina. 2006 “Destination loyaty – Consumer´s Economic Be- havior“. Annals of Tourism Research, v. 33, n° 3, pp. 684-706.

Almeida, Ericka Maria Costa de Amorim 2006 Planejamento turístico: proposta metodológica para municípios brasileiros de 2006 pequena e mé- dia dimensão. Dissertação de Mestrado em Gestão e Desenvolvimento em Turismo. Universidade de Aveiro, Portugal.

Araújo, Adriana Silva. 2009 “O ciclo de vida do fenômeno turístico em São Lourenço (MG): de estância hidromineral a destino de lazer e bem-estar”. Belo Horizonte: UFMG, 2009. 77. Dissertação (Mestrado) – Geografia, Universi- dade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Brida, Juan Gabriel; Lanzilotta, Bibiana; Risso, Wins- ton Adrián. 2008 “Turismo y crecimiento econômico: El caso de Uru- guay”. PASOS. Revista de Turismo y Patrimonio Cultural, El Sauzal, Tenerife, v. 6, n° 3, p. 481-492.

Beerli, Asunción; Martin, Josefa 2004 “Tourists characteristics and the perceived image of tourist destinations: a quantitative analysis – a case study of Lanzarote, Spain”. Tourism Manage- ment, v. 25, p. 623-636.

Beni, Mário Carlos 2001 Análise estrutural do turismo. 5. ed. São Paulo: Senac.

Bercial, Reyes Ávila.; Timón, Diego A. Barrado 2009 Nuevas Tendências em el Desarrollo de Des- tinos Turísticos: Marcos Conceptuales Y Operativos para sú Palnificacion y Gestión. Cuadernos de Turismo, 15, 27-43.

Boers, Bas.; Cottrell, Stuart 2005 Sustainable tourism infrastructure planning: a

GIS based approach. Proceedings of the 2005 Northeastern Recreation Research Symposium, pp. 151-160.

CIRCUITO TURÍSTICO TERRAS ALTAS DA MANTI- QUEIRA. 2010 Disponível em <http://www.turismo.mg.gov.br/component/content/544?task=view>. Acesso em: 1 jul. 2010.

CIRCUITO TURÍSTICO MONTANHAS MÁGICAS DE MINAS. 2010 Disponível em <http://www.montanhasmagicas. com.br/>. Acesso em: 1 jul. 2010.

CIRCUITO TURÍSTICO DAS ÁGUAS. 2009 Disponível em <http://www.turismo.mg.gov.br/in- dex2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=426>. Acesso em: 21 jul. 2009.

Costa, C. 1996 Towards the Improvement of the Efficiency and Effectiveness of Tourism . Planning 1996 and Deve- lopment at the Regional Level. Planning, Organiza- tions and Networks. The Case of Portugal. Tese de doutorado, Universidade de Surrey, UK.

Dredge, Dianne 1999 “Destination place planning and design. Annals of Tourism Research, v. 26, n° 4, pp. 772-791”. Dreher, Marialva Tomio.; Salini, Talita Sheila 2008 “Regionalização e Políticas Públicas no Turismo: Proposta Bem (In)tencionada Distante da Práxis!”. In: V Seminário de Pesquisa em Turismo do MER- COSUL – SeminTUR. Universidade de Caxias do Sul – UCS, Caxias do Sul, 2008.

Domingos, Mônica Castro.; Ribeiro, Telma Fernanda 2008 “Uma Análise do Modelo de Gestão Regional do Turismo do Estado de Minas Gerais: O Caso do Circuito Grutas e Mar de Minas”. In: V Seminário de Pesquisa em Turismo do MERCOSUL – SeminTUR. Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul.

Emmendoerfer, Luana 2008 “A Política Pública de Regionalização do Turismo em Minas Gerais: os circuitos turísticos”. Turismo em Análise, v.19, n° 2, ago.

Emmendoerfer, Luana; Bueno e Silva, L. Filipe Tróis; Emmendoerfer, Magnus Luís; Fonseca, Poty Colaço

“A formação dos circuitos turísticos mineiros: uma política pública descentralizada e democratizante?” Revista Acadêmica Observatório de Inovação do Tu- rismo, Rio de Janeiro, v. 2, n° 4, dez. 2007.

FIPE. FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS. 2006 “Caracterização e Dimensionamento do Turismo Doméstico no Brasil”. São Paulo: FIPE/USP/EM- BRATUR (2002/2006).

Gomes, Bruno Martins Augusto.; Silva, Marcelo Alexan- dre Correa.; Neto, Exzolvildrez Queiroz 2006 “A ação coletiva em regiões turísticas: um estudo dos circuitos turísticos de Minas Gerais”. Turismo - Visão e ação, v.8, n.2, pp.332-330 maio/agosto.

Gomes, Bruno Martins Augusto.; Silva, Valdir José.; Santos, Antônio Carlos 2008 “Políticas Públicas de Turismo: uma Análise dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais sob s Conce- pção de Cluster”. Turismo em Análise, v.19, n° 2, ago. 2008.

Gonzalez, Rodrigo C.; Mendieta, Martín D 2009 “Reflexiones sobre la Conceptualización de la Competitividad de Destinos Turísticos. Cuadernos de Turismo, Murcia, v. 23, p. 111-128.

Gunn, Clare A. 1993 Tourism Planning: Basics, Concepts, Cases . Bris- tol, Taylor & Francis, (3ª ed.), 460 pp.

Gunn, Clare A. 1994. Tourism Planning: Basics, Concepts and Cases.

Washington: Francis and Taylor. Hjalager, Anne-Mette “Repairing innovation defectiveness in tourism”. Tou- rism Management, v. 23, pp. 465-474.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 2001 “Censo demográfico 2000: caracterização da popu- lação e dos domicílios: resultado do universo. Rio de Janeiro.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 2005 “Resolução do Presidente. Altera a caracterização do Sistema Geodésico Brasileiro. Rio de Janeiro.

INFRAERO. Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária. 2010 Aeroportos. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2010.

Inskeep, Edward. 1988 Tourism Planning: An Emerging Specialization. Journal of the American Planning Association. 54: 360-3

Inskeep, Edward 1991 Tourism Planning: an integrated and sustainable development approach. Toronto: John Wiley & Sons. Jackson, J. 2006 “Developing regional tourism in China: The po- tencial for activating business clusters in a socialist market economy”. Tourism Management, v. 27, n° 4, pp. 695-706.

Jiménez, José Mondejar.; Vargas, Manuel 2009 “Construción de un modelo para el análisis moti- vaciones sobre la elección de um destino turístico”. Estudios y Perspectivas en Turismo, v.18, pp. 400-413.

Mélian-González, A.; Gárcia-Falcon, J. M. 2003 “Competitive potencial of tourism in destinations”.

Annals of Tourism Research, v. 30, n° 3, pp. 720-740.

MINAS GERAIS. Decreto n. 43.321 de 08 de maio de 2003. 2003 “Dispõe sobre o reconhecimento dos Circuitos Tu- rísticos e dá outras providências”. Disponível em: <http://www.revistaturismo.com.br/artigos/minasge- rais2.html>. Acesso em: 15 mai. 2007.

MINAS GERAIS. Secretaria de Turismo do Estado de Minas Gerais.2009 “Informações administrativas”. Disponível em <http://www.turismo.mg.gov.br/circuitos-turísticos/ informações-administrativas>. Acesso em: 09 set 2009.

Oliveira, Rafael Almeida 2008 “Descentralização: um paralelo entre os circuitos turísticos de Minas Gerais e 2008 “O modelo fran- cês de regionalização do turismo”. Monografia (Gra- duação em Administração Pública). Escola Superior de Governo, Fundação João Pinheiro.

Oliveira, Jussara Maria Silva 2007 “Potencial competitivo de circuito turístico: uma análise da rota dos tropeiros no centro-oeste de Mi- nas Gerais”. 2007. Tese (Doutorado em Adminis- tração). Departamento de Administração, Universi- dade Federal de Lavras.

Pearce, Douglas 1995 “Tourism today: a geographical analysis” (2ed ed.). New York: Longman

PREFEITURA MUNICIPAL DE AIURUOCA. 2010 Disponível em <http://www.aiuruoca.mg.gov.br>.

Acesso em: 10 jul. 2010.

Santillan, Vilma Leonora. 2010 “La fotografia como creadora de la imagen de um destino turístico. Buenos Aires através de sus tarjetas postales”. PASOS. Revista de Turismo Y Patri- mônio Cultural, El Sauzal, Tenerife, v. 8, n° 1, p.71-82.

Santos, Anderson Alves 2004 “A importância do circuito turístico para o fomento da economia e da preservação ambiental – Caso São Roque de Minas”. Dissertação (Mestrado em Admi- nistração). Universidade Federal de Lavras, Lavras.

Santos, Milton 2000 “Por uma outra globalização”. São Paulo/Rio de Ja- neiro: Record.

Sorensen, Flemming 2007 “The geographies of social networks and innova- tion in tourism”. Tourism Geographies, vol. 9, n° 1, pp. 22-48.

Tavares, Jean Max.; Júnior, Jonas Antônio Vieira 2011 “Em busca de uma teoria para o desenvolvimento de Circuitos Turísticos: um estudo aplicado aos Cir- cuitos Turísticos Terras Altas da Mantiqueira e das Águas – Minas Gerais/ Brasil” Estudios y Perspecti- vas en Turismo, v.20, pp. 90-109.

Tavares, Jean Max.; Júnior, Jonas Antônio Vieira; Queiroz, Simone Fernandes. 2010 “Circuitos turísticos de Minas Gerais: uma análise a partir de ferramentas de geoprocessamento”. Turismo em Análise, vol. 21, n° 1, pp. 25-47.

Teixera, Aline.; Vicentim, Fabiana Moreira.; 2006 “Circuitos turísticos e sua importância para o tu- rismo no espaço rural brasileiro”.In: VII Congresso Latino Americano de Sociologia Rural, 2006, Equador. Anais...Quito.

Weidenfeld, Adi; Willians, Allan M.; Butler, Richard W 2010 “Knowledge transfer and innovation among attractions“. Annals of Tourism Research, vol. 37, n° 3, pp. 604-626.

Publicado

2011-10-16

Cómo citar

Tavares, J. M., Vieira Junior, J. A., & Mariano Batista, J. R. (2011). Circuito turístico Montañas mágicas de Mantiqueira (Minas Gerais - Brasil): un análisis multidimensional. PASOS Revista De Turismo Y Patrimonio Cultural, 9(04), 661-670. https://doi.org/10.25145/j.pasos.2011.09.062